Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Buscar   OK
E.B.D
Publicada em 15/12/16 as 18:50h - 9259 visualizações
Lição 12 - Sabedoria Divina para Tomada de Decisões

formosogospel.com.br


 (Foto: formosogospel.com.br )

Lição 12 - Sabedoria Divina para Tomada de Decisões

 

 

Texto Áureo

 

"Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem o conhecimento e o entendimento." (Pv 2.6)

 

 

Verdade Prática

 

Deus nos concede sabedoria para vencermos as crises mais difíceis e inesperadas.

 

 

 

 

INTRODUÇÃO

 

Para que a obra de Deus tenha continuidade é necessário construir, edificar e capacitar pessoas para conduzir o povo pelos bons caminhos. Mas, sabemos que cabe ao Senhor as escolhas. (At 13.1-3 Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, por sobrenome Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, colaço de Herodes, o tetrarca, e Saulo. E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado. Então, jejuando, e orando, e impondo sobre eles as mãos, os despediram.)

 

 

I - CRISE FAMILIAR NO REINO DAVÍDICO

 

O primeiro livro dos Reis tem um nome que não faz muito sentido. Afinal, a história da monarquia israelita começa já no primeiro livro de Samuel. Algumas versões da bíblia Católica trazem os livros de I, II, III e IV Reis, em vez de dois livros de Samuel e dois dos Reis. A divisão, seja ela qual for, é arbitrária: como os livros eram originalmente escritos em rolos, seria necessário um carrinho de mão para transportar toda a história da monarquia. Então os estudiosos judeus que fizeram a primeira tradução da Bíblia para o grego (em 250 a.C., no Egito) resolveram dividir cada um dos livros em dois volumes menores. Enfim, vamos à história.

Davi já estava muito velho. Velho mesmo: em 973 a.C., quando começa este livro, o rei estava em seu 40º e último ano de governo. O povo de Israel já estava cansado: então um sujeito dá uma pedrada num jogador de basquete e pronto, é rei por quarenta anos? Não era muito democrático. Além do mais, o rei estava nas últimas: sentia um frio danado o tempo todo. EM PLENO ORIENTE MÉDIO! Um frio incontrolável. O pessoal do palácio trazia cobertas, ponchos, gorros, cachecóis, luvas, máscaras de esqui, e nada do rei se aquecer.
— Por que a gente não toca fogo no velho?
— Tá doido, rapaz?
— Que que tem? Ele não vai viver muito mesmo, pelo menos morre quentinho…
— Oras, deixe de falar besteira. Majestade!
— Hum? Hein? Quem?
— Majestade… Nós vamos procurar uma moça para cuidar do senhor.
— Uma moça, é?
— É. Para cuidar do senhor, dormir na sua cama e mantê-lo aquecido. Que tal?
— Oba!
Então os conselheiros do rei saíram por todo o Israel procurando uma moça que servisse a tal propósito. Acabaram encontrando uma garota chamada Abisague, Miss Suném 975 a.C. Levaram Abisague até o palácio, e ela aceitou de bom grado suas novas atribuições. Passava o tempo deitada ao lado do rei, aquecendo seu velho corpo. Davi sequer tocava a moça. Não que não quisesse, mas qual seria o propósito? Estava velho, seus dias de garanhão haviam ficado para trás.

Enquanto o rei passava seus dias deitado com a bela sunamita-aquecedora, no reino inteiro só se falava da sucessão. Amnom, o primogênito do rei, fora morto por Absalão. Este, o segundo filho, fora morto por Joabe depois de liderar uma rebelião. O terceiro, Adonias, filho de Davi com Hagite, parecia o sucessor natural. Era um rapaz muito mimado, naturalmente: depois de perder dois de seus filhos (isso sem contar o que tinha morrido pouco depois de nascer, num daqueles castigos muito justos de Javé), o rei fazia todas as vontades de Adonias e nunca o repreendia por nada. Tendo crescido dessa maneira, paparicado pelo pai, Adonias queria de toda forma ser o próximo ocupante do trono de Israel. E não demorou a providenciar isso: percebendo que Davi estava mesmo nas últimas, arranjou carros de guerra, cavalos e cinqüenta homens para formarem sua comitiva pessoal. O príncipe sabia que precisava de apoio nas altas esferas do reino, ou acabaria como seu irmão Absalão. Então foi falar com Joabe, o general e braço direito de Davi, e com Abiatar, o sacerdote. Os dois concordaram em apoiá-lo. Não viam sentido em manter no trono um rei moribundo: melhor mesmo seria que Davi se retirasse para sua casa no litoral do Mediterrâneo, e deixasse o reino nas mãos de alguém capaz de conduzi-lo. Outros, porém, foram sondados por Adonias e não o apoiaram: Benaías, chefe da guarda pessoal do rei, Zadoque, o sacerdote mais jovem, o profeta Natã e os guarda-costas Simei e Reí decidiram ficar ao lado do velho rei. Lealdade? Não exatamente: eles também achavam que estava na hora de Davi pendurar sua funda, mas queriam que o sucessor fosse Salomão, um príncipe meio apagado e nascido de uma união reprovada por todos.
Tendo formado seu séquito, Adonias deu uma festa e convidou seus irmãos e os funcionários do rei originários de Judá. Convidou a todas as pessoas influentes da côrte, com exceção dos poucos opositores. Tinha certeza de que seria rei, era só questão de tempo. Não contava, porém, com a astúcia de seus adversários.

Israel tremia com as novidades quentes, e Davi tremia de frio em sua cama. Olhou para a porta e viu uma silhueta familiar.
— Vem cá, minha nêga…
Enquanto Abisague se aninhava a seu lado, a nostalgia tomava conta do rei. Lembrava-se de seus tempos de furor viril. Inocente, nem sabia que sua impotência não mais se restringia ao âmbito sexual.

 

II - SALOMÃO BUSCA SABEDORIA PARA REINAR

 

Salomão demonstrou por muitas vezes que mesmo sendo tão jovem era um homem temente, justo e humilde. Soube reconhecer tudo que seu pai representava (1Rs 3.3-10 Salomão amava ao Senhor, andando nos preceitos de Davi, seu pai; porém sacrificava ainda nos altos e queimava incenso. 4Foi o rei a Gibeão para lá sacrificar, porque era o alto maior; ofereceu mil holocaustos Salomão naquele altar. 5Em Gibeão, apareceu o Senhor a Salomão, de noite, em sonhos. Disse-lhe Deus: Pede-me o que queres que eu te dê. 6Respondeu Salomão: De grande benevolência usaste para com teu servo Davi, meu pai, porque ele andou contigo em fidelidade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; mantiveste-lhe esta grande benevolência e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como hoje se vê. (Salomão reconheceu os atributos divinos) 7Agora, pois, ó Senhor, meu Deus, tu fizeste reinar teu servo em lugar de Davi, meu pai; não passo de uma criança, não sei como conduzir-me. (Salomão demonstrou humildade) 8Teu servo está no meio do teu povo que elegeste, povo grande, tão numeroso, que se não pode contar. 9Dá, pois, ao teu servo coração compreensivo para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; pois quem poderia julgar a este grande povo? (Salomão demonstrou senso de justiça e não foi egoísta) 10Estas palavras agradaram ao Senhor, por haver Salomão pedido tal coisa.)

 

1-    Foi conhecido através de tratados com os reis vizinhos (I Rs 5.1-12), 
2 - Durante o reinado de Salomão, Israel era o reino mais poderoso do mundo inteiro, dos confins do mundo pessoas vinham ouvir a sabedoria de Salomão e ver a sua glória (I Rs 10.1-10). 
3 - Após uma vida de empreendimentos comerciais bem sucedidos, Salomão tornou-se conhecido como o rei mais rico e mais sábio do mundo (I Rs 10.23, 27).
4 - Tornou-se conhecido como um dos maiores construtores da história de Israel. Seus projetos mais suntuosos foram o templo de Jerusalém, que se tornou o centro da vida nacional e religiosa do povo judeu (I Rs 6), e o seu próprio palácio (I Rs 7). 
5- Seu fracasso: Contrariando os mandamentos divinos (Dt 17.17), Salomão casou-se com 700 princesas e teve 300 concubinas, além de possuir muitas mulheres estrangeiras, que lhe perverteram o coração (I Rs 11.1-9). Sua vida serve de advertência para todos nós. A Palavra de Deus nos adverte: "Aquele que está de pé, cuide para que não caia" (1Co 10:12).

 

III - SABEDORIA PARA EDIFICAR O TEMPLO

 

Salomão foi escolhido por Deus para construir o templo e para reinar sobre Israel. Ele prosperou em tudo o que fez. Por isso Deus quis fazer com ele uma aliança para que não se esquecesse da Aliança de Deus com Davi seu pai.

O sonho de construir o templo foi realizado, mas de nada adiantaria se ali não estivesse a presença do Senhor. Por isso na hora da inauguração a presença da Glória de Deus [SHEQUINAH] encheu o templo de forma maravilhosa (II Crônicas 7.1-3).

Do mesmo modo, de nada adiantaria Salomão receber o trono, o reino e a coroa de seu pai e não conhecer pessoalmente o Deus de Davi. Então o Senhor apareceu duas vezes para fazer Aliança com Salomão (I Reis 11.9).

 

Deus apareceu em sonho ao rei Salomão quando ainda era jovem e começava a reinar. Deus sabia que Salomão era um homem de oração, o Senhor lhe disse: "pede-me o que quiseres que eu te dê" (II Crônicas 1.7) e Salomão pediu a Deus sabedoria para reinar sobre o povo de Deus em lugar de seu pai Davi (II Crônicas 1.10-12). Se ele tivesse pedido qualquer coisa teria recebido, mas sabia que riquezas, saúde, poder e tudo o mais um dia acabaria e com sabedoria poderia alcançar muito mais.

Sabedoria não é apenas conhecimento e sim o temor de Deus que dirige nossas vidas.

Seu pedido foi bom por que queria fazer o bem para o povo. Então, por causa do bom pedido que fez, o Senhor lhe deu sabedoria mais do que qualquer pessoa que já pisou sobre a terra, além disso também recebeu riquezas e honra em um reino de paz e prosperidade (II Crônicas 1.14-17).

Logo em seguida Salomão teve sua sabedoria provada (I Reis 3.16-28) e muito conhecida por povos (I Reis 4.29-34) e a rainha de Sabá viajou de longe para ver sua sabedoria (I Reis 10.1-13) duvidando um pouco de ser tão sábio, mas no final da visita concluiu: "não me contaram metade" (I Reis 10.7).

Jesus também nos disse que podemos pedir o que quisermos (João 15.7). De fato precisamos de muitas coisas, mas a sabedoria é a mais importante delas. Se não tivermos sabedoria perdemos tudo o que temos. Mas com a Sabedoria conquistamos tudo que precisamos "Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e ... ser-lhe-á concedida" (Tiago 1.5).

Muitas vezes perdemos as bênçãos que Deus nos dá por que nos falta sabedoria para administrar os tempos de 'vacas gordas' como fez José no Egito, e quando vem o tempo das 'vacas magras' ficamos despreparados. Mas quando Deus nos dá sabedoria somos vitoriosos em todos os momentos como José que enriqueceu no tempo da seca (Gênesis 41.39, 49).

Peça a Deus sabedoria para sua vida. Deus quer te ajudar a fazer escolhas sábias em cada momento de sua vida. Faça com Deus uma Aliança de buscar sabedoria antes de tudo de acordo com a vontade do Senhor.

 

CONCLUSÃO

 

Embora saibamos que Salomão não foi fiel em sua Aliança com Deus, creio que a Palavra de Deus registrou isso para dar exemplo do que acontece com quem não é fiel até o fim. Salomão teve tudo o que quis e quando abandonou a presença de Deus, por causa de vaidades, se tornou uma pessoa infeliz e sem perspectiva de futuro.

Ao escrever o livro de Eclesiastes Salomão demonstra ser uma pessoa desanimada da vida (Eclesiastes 1.14), neste texto ele fala da vida vazia do pecado que experimentou dando seu testemunho para os jovens. Mas no livro de Provérbios Salomão apresenta toda a Sabedoria que Deus lhe permitiu adquirir com o "temor do Senhor" (Provérbios 9.10). Talvez por sua sabedoria iniciante, Deus tenha tido misericórdia de Salomão e este tenha se arrependido a tempo por isso diz no fim de seu último livro Eclesiastes 12.13  "De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem".

Não vacile como Salomão, seja perseverante como diz Mateus 24.13   "Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo".

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

74 9125-5266

Fan Page

Hora Certa
Publicidade Lateral
Enquete
Qual Cantor você gostaria de ver no dia dos evangélicos em Campo Formoso para 2018

 Anderson Freire
 Bruna Karla
 Canção e Louvor
 Nengo Vieira
 Fernandinho
 Flordelis
 Rayssa e Ravel
 Marquinho Gomes
 Rozeane Ribeiro
 Roberto carvalho
 Janduilas
 Jorge e Joelma

Notícias Atualizadas

Peça sua Música

  • pr aloisio
    Cidade: praloisiolima@hotmail.com
    Mensagem: eu navegarei
  • Anielen Moura
    Cidade: Belém
    Mensagem: Vencedor Jotta A
  • Elves Thales
    Cidade: Campo Formoso
    Mensagem: Viverei Milagres - Vanilda Bordieri
  • George Verde
    Cidade: campo formoso
    Mensagem: projeto sinal verde
  • George Verde
    Cidade: campo formoso
    Mensagem: projeto sinal verde
  • Suelma Moraes
    Cidade: Goiás -Go
    Mensagem: sou mais que vencedor com Ludmyla feber
No Ar


Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Estatísticas
Visitas: 1365420 Usuários Online: 43


Bate Papo

Digite seu NOME:


Parceiros

Copyright (c) 2017 - formosogospel.com.br - Todos os direitos reservados